::FW Striker Jin!::

FW Striker Jin!

Forward Striker Jin é uma outra série em mangá feita por Yoichi Takahashi iniciada e terminada antes de Road to 2002. Este mangá também é baseado no futebol, mas o herói é completamente diferente de Tsubasa, tanto em nível físico como mental. Jin Hamukai é uma mistura de Kojiro Hyuga e Shingo Aoi, é o n° 9 por conseguinte é atacante mas é muito forte em técnica. E também é pequeno como Shingo, mas é muito bom no jogo aéreo e consegue ganhar os seus duelos contra jogadores maiores que ele. Ao contrário de Captain Tsubasa, o nosso jovem herói não é de forma alguma tímido com as garotas. Nos dois volumes do mangá vê-se bem muito que ele deseja realizar o sonho do seu irmão morto num acidente de carro, ele forma uma equipe para tornar-se campeão nacional. Ao início é muito único mas progressivamente vai encontrar pessoas que vão ser seus rivais antes de juntar-se à sua equipe Sejima Shûkyûtai. Assim vai recrutar:

Kazuma Shibuki: um defensor que se assemelha à Akai Tomeya, será o n°2 da equipe.

Mitsuo Satsumoto: outro defensor mas muito mais gordo, mais no estilo Jito ou Balkan. Será o n°3 do Sejima Shûkyûtai.

Shingo Hatori: apelidado de "Big Bird" (Grande Pássaro) porque é muito grande e salta muito alto. Tem ligeiramente a cabeça de Tsubasa. Será o n°11 de equipe.

Motoyama Gorô: defensor ao forte caráter do clube Kan-Onji-S.S. e que será seguidamente o n°5 de Sejima Shûkyûtai

Haino Shunjirô: que será o goleiro do Sejima Shûkyûtai. É muito pequeno, mas no entanto, é excelente sobre a sua linha. Faz ligeiramente lembrar Espadas pelo seu caráter.

Shin'ichi Hayashi: será o n°10 da equipe. Ele não é de brincaderia, mas a sua reputação é suficiente para fazer-se recrutar por Jin.

Com a equipe completa, Jin vai receber um desafio da parte de uma equipe adversária de alto nível. Tornando-se à fase onde devia acontecer á partida dos nossos jovens heróis acontece um encontro inesperado. Vêem passar na frente deles a selecão equipe nacional do Japão compostos de Tsubasa, Misaki, Wakabayashi, Hyuga, etc.... em outros termos tem-se o direito à uma bela mistura entre as duas séries. Infelizmente a série termina assim no fim do volume 2, antes da partida entre Sejima Shûkyûtai e a equipe que lançou o desafio. O que é um prejuizo, pois parece ser uma série muito interessante.